Solenidade na Câmara Municipal homenageia profissionais com Medalha Euclydes de Oliveira

terça-feira, 26 de novembro de 2019

A Câmara Municipal de Campo Grande promoveu na noite de segunda (25/11) a sessão solene de outorga da Medalha Legislativa Euclydes de Oliveira, que anualmente concede honrarias aos profissionais da engenharia, agronomia e geociências de destaque em Campo Grande.

“Homenagear é reconhecer o valor. Campo Grande é uma das capitais com melhor qualidade do Brasil e, certamente, graças ao trabalho de profissionais que planejaram e executaram importantes obras que consolidaram essa condição”, disse em seu discurso o presidente do Crea-MS, eng. agr. Dirson Freitag, ressaltando os 40 anos do Crea-MS que serão comemorados no dia 13 de dezembro próximo.

A homenagem foi instituída pela Lei nº 4.954/11 e pela Resolução nº 1.129/11 e, neste ano, a sessão que homenageou 52 profissionais, foi proposta pelo vereador João César Mattogrosso. “Essa solenidade nasceu com o propósito de reconhecer homens e mulheres que, com seus conhecimentos, contribuem com o bem-estar de toda a sociedade. Vocês são profissionais engajados e usam a criatividade para resolver os mais variados problemas”, disse o vereador.

Falando em nome de todos os homenageados, o engenheiro civil Francisco Fausto Mattogrosso Pereira, ressaltou o legado histórico e político do engenheiro civil Euclydes de Oliveira, o segundo presidente do Crea-MS, que dá nome à Medalha Legislativa, e falou sobre a importância da

Eng. Civil Fausto Mattogrosso foi um dos homenageados

Eng. Civil Fausto Mattogrosso foi um dos homenageados

engenharia e o desafio nos tempos atuais. “Na minha época se estudava trigonometria esférica para aprender astronomia e calcular a distância da terra, considerando a curvatura, mas os engenheiros já fizeram tanta coisa, passaram por tantas experiências, que agora falamos de engenheiros biotecnológicos e ciborgues”, disse Fausto Mattogrosso ao ressaltar os desafios das novas gerações de profissionais da área tecnológica.

Confira a cobertura fotográfica

Para o eng. civil e em eletrotécnica Claudeir Alves Mata, essa foi uma homenagem muito especial, em reconhecimento aos profissionais que são fundamentais em tudo o que acontece. “Tenho 52 anos de formado, sou apaixonado pela engenharia, trabalho até hoje, tenho um prazer muito grande”, disse.

“Estou muito feliz, afinal é uma homenagem que a gente não espera, afinal de contas é um estímulo para que a gente continue, leve em frente nosso recado e nossa IMG_1274contribuição”, disse emocionada a engª. civ. Maria da Glória Vieira Lorenzzetti.

São duas emoções, uma é a medalha em si, a outra é que a homenagem tem o título do engenheiro Euclydes de Oliveira, que foi um dos maiores engenheiros daqui, que eu tive a honra de conhecer no início da minha carreira; grande calculista, grande cidadão. Depois de muito trabalho, é claro, essa homenagem é muito importante”, disse o eng. civ. José Duarte Filho.

Janine Gonzalez
Equipe de Comunicação do Crea-MS