Notícias Terça-feira, 8 de junho de 2021

Por videoconferência, sessão plenária de março registra homenagens a profissionais

Devido ao decreto que estabeleceu medidas restritivas para frear a transmissão da covid-19 em todo o Estado, a sessão plenária do mês de março foi realizada na tarde desta terça-feira (30/3) por videoconferência e marcou a posse de conselheiros, homenagens a profissionais e aprovação de convênio com a prefeitura de Costa Rica.

A sessão teve início com a posse dos conselheiros, titulares e suplentes respectivamente, representantes da Fundação Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), engenheiros agrônomos e professores doutores, Paula Pinheiro Padovese Peixoto e José Carlos Sorgato; e da Associação de Engenheiros e Arquitetos de Campo Grande (AEACG-MS), engenheiros civis Marlon Brandt e José Carlos Ribas. Foram empossados também, os conselheiro suplentes, representante do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul (IFMS), eng. agr. professor e mestre Lucas Gustavo Yock Durante e da AEACG, eng. sanit. amb. Osmair Jorge de Freitas Simões, que fez o juramento em nome dos empossados.

A conselheira Paula Padovese, mais uma mulher a integrar o plenário do Conselho, falou em nome dos novos conselheiros e ressaltou “a honra de participar do plenário do Crea-MS”. O 1º vice-presidente, eng. agr. Elói Panachuki foi o responsável por dar as boas-vindas aos novos conselheiros, ocasião em fez questão de registrar que foi numa aula da professora Paula Padovese, na década de 1990, que teve o primeiro contato com a legislação do Sistema Confea/Crea.

Na sequência, a presidente Vânia Mello relatou todas as ações desenvolvidas, entre elas reuniões realizadas no mês de março; com destaque aos encontros com o deputado estadual Renato Câmara; com presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/MS), Mansour Karmouche; com o presidente do Conselho Regional de Enfermagem (Coren-MS), Sebastião Júnior Duarte; e com a diretora-presidente da Agência Municipal de Meio Ambiente e Planejamento Urbano (Planurb), Berenice Maria Jacob Domingues e com o subsecretário de Defesa dos Direitos Humanos de Campo Grande, Amadeu Borges, ocasião em que foram debatidos assuntos acerca de acessibilidade e calçadas.

Homenagens
Em destaque ao dia Internacional da Mulher, o plenário registrou homenagens a profissionais de destaque nas áreas da engenharia e da agronomia no Estado. As indicações partiram das quatro câmaras especializadas do Conselho e foram homenageadas:

As engenheiras civis e de segurança do trabalho Elizabeth Cox Spengler de Moura Leite e Maria da Glória Vieira Lorenzetti foram homenageadas por indicação da Câmara Especializada de Engenharia de Segurança do Trabalho (Ceest).

A engenheira mecânica Larissa Maria Queiroz da Silva e a engenheira eletricista Andrea Romero Karmouche foram homenageadas por indicação da Câmara Especializada de Engenharia Elétrica e Mecânica (Ceeem).

A engenheira civil Elaine da Silva Dias e a engenheira agrimensora Delma da Silva Ramos foram homenageadas por indicação da Câmara Especializada de Engenharia Civil e de Agrimensura (Ceeca).

A engenheira agrônoma Cristiane Gonçalves de Mendonça e a engenheira florestal Mariana Amaral do Amaral por indicação da Câmara Especializada de Agronomia (CEA).

A sessão também registrou homenagem, em comemoração ao dia do Engenheiro Ambiental, ocorrido no dia 30 de janeiro passado, aos engenheiros ambientais Thiago Vieira Pereira e Marjolly Priscilla Bais Shinzato.

“Uma de nossas prioridades será homenagear os profissionais que possuem relevante no desempenho de suas profissões. A cada data comemorativa de profissional registrado no Sistema teremos oportunidade de homenagear àqueles que tanto se empenham e se dedicam à profissão”, pontuou a presidente Vânia Mello.

Convênio
O plenário do Crea-MS aprovou a formalização de convênio com a prefeitura de Costa Rica para viabilização do programa “Projeto-Padrão”, que fornecerá, gratuitamente, projetos de engenharia, alvarás de construção e assistência técnica de baixo custo para a edificação de casas populares com no máximo 60m² de área construída, em conformidade com a Lei Complementar Municipal n. 980 de 07 de outubro de 2009.

Ao Conselho caberá o acompanhamento orientativo e fiscalizador junto aos profissionais que atuarem no programa e também a cobrança de taxa especial de ART – ART Social – para projeto e execução de moradias populares, conforme Decisão Plenária 677/2017 do Crea-MS.

Janine Gonzalez
Comunicação Crea-MS