Notícias Terça-feira, 8 de junho de 2021

Na Soea, Mútua amplia parceria com entidades de classe

Reunião do CDEN teve em pauta assuntos ligados à Mútua, como orientação sobre parceria em projetos de divulgação e TecnoPrev, o plano de previdência da Mútua

mutua 1

Presidente Paulo Guimarães destacou as parcerias da Mútua com as entidades nacionais e como isso colabora para mais profissionais terem acesso aos benefícios da Caixa de Assistência

A 76ª Semana Oficial da Engenharia e da Agronomia (Soea) ainda não havia sido iniciada oficialmente mas, desde a manhã de domingo (15), já ocorriam atividades envolvendo a integração das instituições e debates sobre propostas para o desenvolvimento nacional. Foi o caso da reunião do Colégio de Entidades Nacionais (Cden) – um fórum consultivo do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea), constituído pelas entidades representativas das profissões ligadas ao setor tecnológico. A convite de Valmor Pietsch, coordenador do Colégio e presidente da Associação Brasileira dos Engenheiros Agrícolas (Abeag), a Mútua fez apresentação de temas de interesse das entidades nacionais, participando dos dois dias da reunião, que contou com a presença do presidente da Mútua, Paulo Guimarães, e dos diretores de Benefícios, Jorge Silveira, e de Tecnologia, Cláudio Calheiros.

Na participação da Caixa de Assistência, domingo e segunda-feira, foram apresentadas detalhadamente, para os representantes das 28 entidades de classe que compõem o colegiado, as possibilidades de parceria de divulgação e o TecnoPrev, o plano de previdência ofertado aos profissionais associados, objetivando, também, fortalecer e ampliar a integração entre a Instituição e as entidades que atuam diretamente com os profissionais.

“Entre 2015 e 2018, dobramos o número de associados e as ações realizadas em parceria com as entidades foram fundamentais para esse crescimento. Por isso, acredito que só com a união de esforços e a integração de todas as entidades que compõem o Sistema Confea/Crea e Mútua será possível defender e promover o desenvolvimento das nossas áreas profissionais e, com isso, prestar um melhor serviço à sociedade”, defendeu o presidente Paulo Guimarães, no primeiro dia do encontro.

Entre as várias manifestações de elogios e agradecimentos dos representantes das entidades nacionais sobre a atuação e a parceria da Mútua, o presidente da Associação Brasileira de Engenheiros Civis (Abenc), Francisco José Teixeira Coelho Ladaga, destacou a atuação da Mútua e sua mutua 2importância na realização de projetos. “A Mútua é uma parceira importante, sua participação é fundamental para a realização de diversos projetos das entidades, com uma atuação sempre com qualidade técnica”, afirmou.

Clóvis Francisco do Nascimento, presidente da Federação Interestadual de Sindicatos de Engenheiros (Fisenge), mutua 3também valorizou e agradeceu a parceria com a Mútua, que vem permitindo muitas ações conjuntas de divulgação em simpósios, eventos em geral e importantes publicações da entidade.

Falando pela Confaeab, Raul Zucato disse ser grato ao apoio da Mútua para o recente evento da entidade, o Congresso Brasileiro de Agronomia, ocorrido no Rio de Janeiro, que teve, mais uma vez, patrocino da Caixa de Assistência.Ele também reconheceu a importância da participação da Mútua naquelemutua 4 evento. Marco Aurélio Candia Braga, presidente da Federação Nacional de Engenharia Mecânica e Industrial (Fenemi) também fez questão de dar o seu depoimento quanto aos benefícios da parceria de divulgação da Mútua com a entidade em eventos realizados no Brasil todo e nas publicações da Federação.

Murilo Pinheiro, presidente da Federação Nacional dos Engenheiros (FNE), parabenizou o presidente do Crea-TO, Marcelo Maia, pelo empenho ao sediar a Soea, promovendo o evento com patrocínio da Mútua e em parceria com o Confea. Pinheiro salientou o trabalho que vem sendo realizado pelo presidente Paulo Guimarães à frente da Mútua, em apoio aos profissionais e suas entidades: “Tem sempre uma postura de quem procura o bem e quer realizar”, disse. Com a Mútua, a FNE tem parcerias, entre as quais, do projeto “Cresce Brasil + Engenharia + Desenvolvimento”, cuja edição mais recente aborda o tema Engenharia de Manutenção. Citando a crise econômica e a dificuldade de atuação das entidades profissionais, o presidente da FNE destacou a necessidade da unidade daqueles que representam a tecnologia no país, como as instituições que compõem o Cden.

mutua 5

Pinheiro: chamado à Engenharia unida

Divulga Mútua e TecnoPrev

Nos dois dias de reunião do Cden, foi realizada apresentação sobre o Divulga Mútua, ferramenta para as solicitações das entidades no apoio à realização de eventos, publicação e a divulgação de entidades de classe, instituições de ensino e dos Creas. Também foram prestadas informações sobre benefícios para profissionais e estudantes da área tecnológica. A exposição foi feita pela gerente de Comunicação e Marketing da Mútua, Margareth Vicente, e pela coordenadora de Eventos, Rosiete Monteiro.

mutua 6

TecnoPrev e as parcerias que podem ser realizadas com as entidades nacionais

Já na segunda-feira, foi a vez de detalhar o TecnoPrev, o plano de previdência complementar da Mútua, com o intuito de permitir que o plano possa ser ofertado diretamente pela Mútua aos filiados das entidades de classe. As explicações foram feitas pelo gerente de Previdência da Mútua, Rodrigo Castilho.

mutua 7

Representantes do Cden, como Miguel Fernández, da Abes, puderam ter esclarecidas dúvidas sobre as características do TecnoPrev e fizer sugestões e elogios

“É importante ressaltar que a Mútua empreende, hoje, em todas as regionais e com o auxílio da seguradora Mongeral Aegon, um trabalho consistente para ampliar as associações e aproximar a Caixa de Assistência das entidades de classe e dos profissionais. Nós acreditamos que essa parceria é importante e pode se tornar mais uma fonte de receita para as entidades”, explicou Paulo Guimarães.

mutua 8Um dos objetivos da parceria foca no fato de a entidade não necessitar de infraestrutura ou realizar qualquer capacitação para oferecer o TecnoPrev, pois todo o trabalho é realizado pela Mútua, em parceria com a Mongeral Aegon.

O diretor da Mongeral Aegon com os diretores da Mútua Jorge Silveira e Cláudio Calheiros

O engenheiro civil Miguel Alvarenga Fernández y Fernández, da Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (Abes), elogiou as vantagens do TecnoPrev, como a taxa de carregamento de 0%, e a importância de o plano garantir a segurança dos investimentos.

No último ano, o TecnoPrev recebeu 14,7 mil novos participantes, passando de 53,3 mil para 68,1 mil – um aumento de cerca de 28% no período. Já a evolução dos investimentos, com um crescimento bastante expressivo, registrou um aumento em torno de 37%, passando do montante de R$97 mi para R$132,8 mi.

O TecnoPrev oferece ao participante acesso a extratos, gráficos de rentabilidade, carteira de investimentos e outras informações da conta individual, que é segregada dos demais participantes, do patrimônio da Mútua e do patrimônio da administradora do Plano, BB Previdência.

Para quem já possui outro plano de previdência complementar, é possível fazer a portabilidade para o TecnoPrev. O pedido de migração de previdência é bastante simples. Basta que o associado entre em contato com a Mútua e forneça seus dados e os do seu plano em vigor.

Mais informações, ligue para a Central de Relacionamento Mútua 0800 61 0003 ou pelo portal: tecnoprev@mutua.com.br.

Fonte e fotos: Gecom/Mútua