Mato Grosso do Sul perde engenheiro Pedro Pedrossian

terça-feira, 22 de agosto de 2017

Mato Grosso do Sul perdeu hoje um de seus principais nomes. Engenheiro, político e, sobretudo, um grande visionário, Pedro Pedrossian faleceu na madrugada desta terça-feira, dia 21 de agosto, dias depois de completar 89 anos.

Nascido em Miranda, formou-se Engenheiro Civil pela Universidade Mackenzie, em São Paulo. Em Três Lagoas, logo após sua formatura, atuou como engenheiro residente na Estrada de Ferro Noroeste do Brasil, onde fez breve carreira.

Em 1965, antes da criação de MS, Pedrossian foi eleito pelo voto direto, governador de Mato Grosso. Em seus três mandatos como governador foi responsável pela criação da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) e Universidade Federal de MS (UFMS). Foi criador ainda do complexo administrativo estadual – o Parque dos Poderes -, do Parque das Nações Indígenas, do estádio Pedro Pedrossian, o Morenão, do Douradão, do Guanandizão,  do Hospital Rosa Pedrossian, entre outros.

O semeador de estrelas, como era conhecido, deixa um legado de obras grandiosas que marcaram e o desenvolvimento de Mato Grosso do Sul.

A TV Assembleia produziu, em 2011, o programa Retratos da História, com o ex-governador Pedro Pedrossian. Assista aqui