Em fevereiro, Crea-MS fará pente-fino em Três Lagoas

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2019

Cidade conta, desde janeiro, com um agente fiscal 

A inspetoria do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Mato Grosso do Sul (Crea-MS) em Três Lagoas, conta, desde o dia 10 de janeiro, com um agente que ficará responsável, localmente, por fiscalizar obras e serviços de engenharia e agronomia.

De acordo com o presidente do Conselho, Dirson Freitag, o novo agente, além de atender Três Lagoas, dará um reforço na fiscalização nas cidades Paranaíba, Cassilândia, Inocência, Aparecida do Taboado, Selvíria, Brasilândia e Santa Rita do Pardo. “Nossa intenção, com a convocação do funcionário – aprovado em concurso público – é ampliar a área de abrangência da atuação fiscalizatória na região, proporcionar ainda mais segurança à população, dar celeridades à apuração das denúncias, reforçando o trabalho de valorização dos  profissionais”, pontuou.

No mês de fevereiro, de 18 a 22, o Crea-MS fará uma ação intensiva de fiscalização em Três Lagoas. “Serão cinco agentes que farão um pente-fino em obras civis com objetivo de verificar responsáveis técnicos e as devidas Anotações de Responsabilidade Técnica (ART) por obras e serviços”, disse o gerente de fiscalização do Conselho, Luis Antonio Silva, ressaltando que, a cada quinzena, Três Lagoas contará com mais um agente fiscal que se deslocará da Capital para reforçar a atuação na cidade.

 

Denúncias – Irregularidades em empreendimentos e serviços e demais atividades profissionais ligadas à engenharia, agronomia, geografia, geologia e meteorologia podem ser encaminhadas ao Crea-MS para verificação pelos agentes fiscais.

Clicando no link Denúncia Fiscalização é possível, a qualquer pessoa relatar irregularidades como, por exemplo, ausência de profissionais, inexistência de placa em obras, atividade sendo realizada por leigos, acobertamento por parte de profissionais, entre outras irregularidades. O sistema também permite o envio de imagens.

Outras informações podem ser obtidas no Departamento de Fiscalização, de segunda a sexta-feira das 12h às 18h, pelo telefone 67 3368-1000.