Crea-MS retoma horário normal de funcionamento na segunda, 4 de maio

sábado, 2 de maio de 2020

A sede e inspetorias do Crea-MS retomam, na segunda-feira (4/5), o horário normal de funcionamento. Em Campo Grande e Dourados, o atendimento presencial será das 12h às 18h. Nas demais inspetorias o atendimento ao público será das 14 às 17h, com exceção de Aquidauana, Coxim e Maracaju que permanecerão fechadas por não existir, nestes locais funcionários disponíveis fora do grupo de risco para realizar o atendimento presencial.

As atividades presenciais seguirão as orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e das demais autoridades públicas para que não haja aglomerações. Todos os empregados, quando em atendimento ao público e em atividades externas, farão uso contínuo de máscaras e luvas que serão disponibilizadas pelo Conselho.

No dia 4 de maio também serão retomadas a fiscalização in loco e as viagens; estas serão realizadas apenas em cidades onde as autoridades de saúde tenham registrado a inexistência de casos de covid-19. Nas demais localidades, e enquanto perdurar a situação de calamidade em saúde causada pelo novo coronavírus, a fiscalização in loco somente será realizada para atender denúncias e situações emergenciais.

Permanecem suspensos os eventos, as reuniões deliberativas, não deliberativas e dos fóruns consultivos do Crea-MS, exceto as que devem atender demandas do processo eleitoral. As reuniões neste período continuarão a ser realizadas por meio de vídeo conferência. As determinações foram estabelecidas pela portaria 020/2020, de 29 de abril de 2020, assinada pelo presidente Dirson Freitag.

No dia 20 de março, quando passaram a ser adotadas as medidas de distanciamento social em decorrência da disseminação do novo coronavírus, o Crea-MS manteve seus empregados em regime de home office. Com a retomada gradual do atendimento e, a partir de agora, com a retomada total das atividades presenciais, o Conselho manterá o regime para empregados integrantes do grupo de risco e os demais que comprovarem esta necessidade.

Janine Gonzalez
Comunicação Crea-MS