Crea-MS intensifica fiscalização em Corumbá e Ladário nesta semana

segunda-feira, 24 de abril de 2017

Com o objetivo de combater irregularidades que possam comprometer a segurança da população, uma equipe do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Mato Grosso do Sul (Crea-MS) intensificará as ações fiscalizatórias em obras e serviços nas cidades de Corumbá e Ladário, no período de 24 a 29 de abril.

Especialmente nesta semana e contando com a participação de quatro agentes, as fiscalizações estarão concentradas em hotéis, pousadas e motéis; emissoras de rádio e TV, postos de combustíveis, instituições de ensino; clubes e boates; órgãos públicos; instituições bancárias; aeroporto; igrejas e templos; condomínios e edifícios; polos industriais; empresa de alarme, empresas de telecomunicação; frigoríficos supermercados; concreteiras; frigoríficos, clínicas e hospitais; mineração; aviação agrícola; atividades navais, curtumes; laticínio; e nas atividades da construção civil na área urbana.

Por envolverem riscos à segurança de quem trabalha ou utiliza essas instalações, essas atividades somente devem ser realizadas se executadas ou orientadas por profissionais registrados no Crea-MS, com a devida emissão da Anotação de Responsabilidade Técnica, a ART, explica o gerente de fiscalização do Conselho, engenheiro civil e ambiental Luis Antonio Rodrigues Silva ”.

A ART é um formulário que deve ser preenchido pelo profissional com informações sobre o local, valores, proprietário e as atividades desenvolvidas. O documento, além de certificar a autoria dos serviços executados, garante segurança do contratante e do contratado, pois tem valor de contrato de prestação de serviços.

Em 2017, a meta é visitar em todo o Estado 26.895 locais. Segundo o gerente de fiscalização, nos meses de janeiro a março, foram 6.686 os locais visitados. “Do total de visitas, foram encontradas 3.284 irregularidades que geraram o que denominamos de comunicados. O documento concede prazo de 15 dias para a regularização, caso não seja feita, o profissional ou responsável pelo empreendimento é notificado com um auto de infração. Neste ano, foram 843 os autos de infração emitidos”.

O Conselho trabalha para que o número de irregularidades seja reduzido. “Obras e serviços realizados por profissionais responsáveis com a devida emissão da Anotação de Responsabilidade Técnica são essenciais para que se garanta a segurança das pessoas e, consequentemente, diminuam os índices de irregularidades junto ao Conselho”, explicou o presidente do Crea-MS, engenheiro agrônomo Dirson Freitag.

Denúncias ou quaisquer dúvidas podem ser solucionadas na unidade móvel de atendimento do Crea-MS – o Crea Ágil Móvel – que neste período estará na Praça Independência, na Rua Frei Mariano entre as ruas Treze de Julho e Dom Aquino e funcionará de 24 a 29 de abril, nos períodos da manhã e tarde.